EXPANSÃO DE FRANQUIAS

Expansão de Franquias é a atividade de fazer uma rede de franquias crescer através da comercialização de novas unidades franqueadas.

A venda de franquias é a essência da expansão, porém, além da venda são essenciais também a seleção de franqueados e a definição de praças de interesse.

Para conhecer as etapas do processo de expansão veja este roteiro.

 

Expansão de franquias

 

Uma das ações mais desafiadoras do processo de expansão é a captação de interessados. Para captar pessoas interessadas em serem franqueadas de uma marca, o processo geral segue o mesmo fluxo do marketing para qualquer outro produto, que é composto pelas seguintes etapas: Atenção – Interesse – Desejo – Ação.

Estas etapas formam o funil de vendas.

 

O funil de vendas não é nenhuma novidade, foi idealizado em 1898!

 

O Funil de Vendas tem origem no modelo criado por Elias St. Elmo Lewis em 1898, e aprimorado por ele mesmo em 1900 denominado AIDA – Atenção, Interesse, Desejo e Ação. Pelas informações bibliográficas (Barry & Thomas, 1987) Lewis foi o primeiro a abordar um caminho lógico com base no comportamento do comprador para apresentar o processo de venda.

 

Vários autores utilizaram o modelo AIDA para criar metodologias de funil, com uma estrutura parecida, que foram denominadas: funil de vendas, funil de marketing, jornada do cliente, entre outras. Estas metodologias foram evoluindo com o passar dos anos e formaram a base do estudo do comportamento do consumidor, sendo assim essenciais em qualquer estudo de marketing.

 

Funil de vendas

 

Mais recentemente, notadamente a partir dos anos 2000, com a popularização da internet como ferramenta de marketing, o conceito do funil de venda ganhou diversas variações e complementações. Independente das variações que tenha a espinha dorsal da metodologia atual mantém uma forte relação com os conceitos originais.

 

O uso do termo funil é decorrente da seguinte situação: muitas pessoas/empresas são impactadas pela divulgação do negócio.  Elas estão na boca do funil. Uma parte destas terá interesse e vai querer saber mais – continuam no funil enquanto outras saem. Um parte destas irá ter o desejo de realizar uma compra – continua, enquanto outra parte sai do funil. E por fim algumas das pessoas realizam a compra efetivamente passando pelo funil. Enquanto outras por diversos motivos (desistiram, não tinham crédito, não tinha o produto na especificação que precisam, etc.) saem.

 

No caso da expansão de franquias o produto final é a formalização da entrada na rede. Se considerarmos que em cada fase passa para a seguinte um percentual menor do que entrou, forma-se a figura de um funil. Para cada modelo podem existir mais ou menos fases, e diferentes abordagens para cada fase.

 

Atualmente a melhor maneira para conduzir os potenciais franqueados pelo funil até a assinatura do contrato é através do marketing digital.

 

Marketing digital para franquias

 

O marketing digital para franquias usa todo o know-how do marketing digital, envolvendo ferramentas, inbound marketing, marketing de conteúdo, mídias, etc. levando em conta a jornada do potencial franqueado. Esta jornada possui características próprias deste mercado e que serão discutidas a seguir objetivando a expansão de franquias.

 

 

Se tiver dúvidas, ou quiser comentar, deixo nos comentários que terei o maior prazer em ler e responder 😉

Boa expansão!

Compartilhe
Share on whatsapp
Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Últimas
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Conecte-se