Como Abrir uma Empresa Já Pensando em Criar uma Franquia

Passo a Passo

Vou apresentar aqui um passo a passo sem enrolação, abordando o que é realmente importante saber sobre como abrir uma empresa que dê lucro!

Ter uma empresa que seja lucrativa é fundamental para criar uma franquia.

Se você pensa em abrir um negócio para virar logo uma franquia, antes de continuar lendo, é legal assistir este vídeo:

Como consultor do Sebrae vejo que muitas pessoas que querem abrir uma empresa tem a preocupação básica de como tirar o seu CNPJ. Posso dizer que isto não é muito difícil, o que é mais um pouco mais complicado é saber como montar um negócio lucrativo.

Como Abrir uma Empresa Lucrativa

Você vai aprender tudo aqui, de maneira simples e objetiva. Se qualquer coisa não estiver clara é só deixar sua pergunta nos comentários.

Passo a passo como abrir uma empresa

  1. Ter Vontade e encontrar uma Ideia
  2. Definir Como será a empresa
  3. Avaliar se vou conseguir ganhar dinheiro com este negócio
  4. Implantar o Negócio
  5. Formalizar a Empresa
  6. Operar o Negócio
  7. Gerenciar o Negócio

Vamos começar a sua jornada empreendedora? Tudo começa pela vontade de empreender!

1. Vontade e ideia

Todo novo negócio começa com a vontade de alguém que quer mudar sua vida abrindo um negócio próprio. Depois de ter vontade, precisa ter uma ideia,  de preferência uma boa ideia! Pode ser uma grande inovação, ou não, a ideia de montar um chaveiro num bairro em que existe a demanda para este tipo de negócio pode ser uma ótima ideia.  Apesar de ser o ponto de partida, uma ideia é só uma ideia.

Você precisa transformar esta ideia em um negócio.

Por exemplo: você tem a ideia de montar uma pizzaria, antes de começar a investir dinheiro neste negócio precisa saber certinho como será a sua empresa. Pode ser uma pizzaria só delivery, pode ter salão, pode atender um publico que quer um produto com uma boa pizza por um bom preço ocomo abrir uma pizzariau um publico que quer vai no
seu estabelecimento para ter uma momento de lazer e assim quer um local mais bonito e aconchegante mesmo que custe um pouco mais. E por aí vai. Existe uma infinidade de variações de cada ideia, e cada modelo terá custos, investimentos, estruturas e resultados financeiros diferentes.

Se já tem a ideia agora precisa estruturá-la em um modelo de negócio, que nada mais é do que começar a pensar em alguns detalhes sobre como a empresa funcionará. Criei um modelo bem simples que vai te ajudar muito a fazer esta estruturação da ideia. Veja no próximo passo.

2. Como será a empresa

Na hora de planejar a sua empresa precisa pensar nos seguintes itens:

  1. O que vai vender (Produtos/Serviços)
  2. Perfis de Clientes
  3. Divulgação
  4. Canais de Venda
  5. Estrutura
  6. Pessoas

Em função destes itens conseguirá ter uma ideia destes outros:

  • 6. Investimento Inicial
  • 7. Custos Fixos
  • 8. Custos Variáveis
  • 9. Faturamento

Uma ferramenta fantástica para transformar uma ideia em um modelo de negócios é o Canvas apresentado por Osterwalder no Livro BMG – Business Model Generation. Porém o modelo é mais focado para startups. Então com a minha experiência fiz uma adaptação e criei este modelo específico para ser aplicado no processo de como abrir uma empresa. Principalmente se for uma MEI (Microempreeendedor Individual) ou MPE (Micro e Pequena Empresa).

O objetivo é planejar todo o negócio para garantir que poderá gerar lucro. Antes de fazermos as contas precisamos planejar como a empresa vai funcionar.

Qualquer empresa pode ser planejada usando o quadro abaixo.

Sugiro imprimir e usar post-its para colocar as ideias de cada um dos elementos do quadro.

como abrir uma empresa

Modelo de Negócios Abrir Uma Empresa – MEI e MPEPreparei um vídeo bem legal explicando cada um destes itens.

3. Avaliar se vou conseguir ganhar dinheiro com este negócio

É incrível o número de pessoas que abrem empresas sem saber quanto podem ganhar com aquele negócio. Sim, eu sei que é difícil de prever quando que vai conseguir vender…mas podemos fazer algumas projeções e principalmente não cair nesta situação.

Existem negócios que mesmo que tudo de certo, em função dos custos e do preço de mercado dos seus produtos e serviços, o negócio não será lucrativo o suficiente para valer a pena o investimento e o trabalho.

Isto é muito mais comum do que parece. Já atendi inúmeros empresários dizendo o seguinte:

– Trabalho bastante, vendo bastante, e no final do mês não vejo dinheiro no bolso!

Faço então uma rápida análise financeira e percebemos que aquele modelo de negócio não tinha como dar certo. Não do jeito que ele estava fazendo as coisas.

Algumas vezes é necessário mudar tanto coisa na empresa que não vale a pena o investimento…e o único caminho é fechar as portas.

Por que deixar para descobrir isto só depois de ter investido tempo, dinheiro, trabalho e energia?

Podemos fazer uma simulação financeira rápida antes de começar a investir. Vou te mostrar agora como abrir uma empresa sabendo que ela poderá ser um sucesso!

Lembra do quadro que te mostrei ali em cima (Modelo de Negócios Como Abrir uma Empresa – MEI e MPE)?

Agora vamos converter aquelas informações em números.

Os 4 grandes conjuntos de valores que deve levantar para fazer as projeções e encontrar indicadores financeiros que permitam analisar o negócio são:

Investimento Inicial

Liste aqui tudo que precisará para montar o negócio, fazendo cotações reais para obter os custos de: reformas, equipamentos, máquinas, móveis, projetos, formalização, marketing de inauguração, estoque inicial, capital de giro, consultorias, pesquisas, designers, etc.

Custos Fixos

Levantar todos os custos fixos da futura empresa: aluguel, energia elétrica, folha de pagamento, contador, marketing, material de consumo, etc.

Custos Variáveis

Levantar os custos variáveis: custo das mercadorias, custo da prestação de serviços, impostos, embalagens, comissões, etc.

Faturamento

Estimar o faturamento médio mensal do negócio depois que já tenha se firmado no mercado (normalmente em torno de 1 ano). Quantidades vendidas e preço de venda.

Simulação Financeira

Existem diversas planilhas gratuitas de planos de negócios na internet, baixe uma e colocando os valores obtidos no item anterior, conseguirá obter:

Lucratividade

Qual lucro gerado pelo negócio: do faturamento (tudo que vender) qual o percentual sobra de lucro, e em reais qual é este valor. Os valores ideias variam muito em função do setor e do porta da empresa, mas só para dar uma ideia: negócios de alimentação em torno de 25% a 30%, varejo 15% a 25% e para serviços 30% a 40%.

Rentabilidade

Qual o ganho mensal sobre o valor investido. Deve comparar com as opções do mercado (Tesouro Direto é uma boa referência) e ser muito melhor pois o risco e o trabalho envolvido são muito maiores.

Tempo de Retorno do Investimento

Quanto tempo leva para recuperar o dinheiro que foi investido no negócio. De maneira geral, em franquia, negócios com mais de 36 meses de payback são pouco atraentes.

Se a sua ideia sobreviveu até aqui, está na hora de começar a implantar o negócio.

4. Implantar o Negócio

Para a implantação do negócio a primeira coisa a pensar será onde será instalada. Veja esta outro post para saber como definir o Ponto Comercial Ideal

Estabeleça um cronograma, registre tudo o que acontecer durante o processo de implantação. Isto será muito útil para a abertura de novas unidades e para a expansão através do franchising.

5. Formalizar a Empresa

Antes de começar a funcionar é necessário formalizar o negócio, na grande maioria dos casos isto significa tirar o CNPJ.

Para a maioria das empresas que estão começando, o mais fácil e menos burocrático é abrir uma micro ou pequena empresa no SIMPLES. Se o negócio for muito pequeno, com no máximo 1 funcionário no primeiro ano gerando um faturamento médio mensal de acordo com o previsto no regulamento do MEI, o melhor e mais barato é abrir se formalizar como Micro Empreendedor Individual. Saiba mais no Portal do Empreendedor.

Em alguns casos não é permitida formalização como empresa SIMPLES, consulte um Contador de sua confiança para ajudar em como abrir uma empresa adequadamente.

6. Operar o Negócio

A parte de planejamento, pesquisa e montagem de um negócio normalmente é muito excitante para quem está fazendo algo em que acredita e tem paixão! como abrir uma empresa

Algumas vezes operar o negócio não é tão interessante quanto criá-lo, então é preciso desenhar os processos da melhor maneira possível (sabendo que sempre existirão atualizações) para que possa ser tocado por bons colaboradores quase como se fosse por você mesmo.

Os processos bem desenhados serão importantíssimos para a elaboração dos manuais do franqueado.

 

7. Gerenciar o Negócio

A operação é essencial para o negócio, mas para que ele possa crescer uma excelente gestão é imprescindível!

A gestão precisa ser estruturada, mesmo que seja realizada, pelo menos no começo, por apenas uma (você) ou duas pessoas. Todo negócio que pretende crescer deve ter a sua Gestão Financeira, de Pessoas e de Marketing muito bem definida.

Tenha processos mapeados e indicadores precisos.

Espero que este roteiro tenha conseguido mostra o básico de como abrir uma empresa para virar franquia.

Qualquer dúvida, deixe seu comentário que vou responder com prazer!

Bons negócios!

 

6 Comentários


    1. Olá Aldair!

      A idade não é nenhum impeditivo! Se tiver vontade e disposição, pode ter sucesso, e ainda usar a sua experiência de vida como vantagem para fazer a sua empresa crescer.

      Sucesso meu amigo!

      Responder

  1. Erlon, muito legal o texto. Me resgatou a necessidade de colocar mais ações e tarefas detalhadas no papel e não somente na lembrança.
    Parabéns pelo trabalho.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *