[ editar artigo]

Devo me associar à ABF?

Devo me associar à ABF?

Sou associado há bastante tempo como fornecedor, através da minha empresa de consultoria, e como franqueador, através da minha marca de gelato NuvNuv. Mas durante algum tempo tive essa dúvida: será que vale a pena ser associado?

Ouvia muita gente dizendo que não, mas resolvi pagar para ver e aqui vou compartilhar minha experiência.

 

Benefícios de ser associado da ABF

Os principais benefícios para as marcas de franquias associadas à ABF são, na minha visão:

  1. Ser uma empresa integrante do Portal do Franchising (www.portaldofranchising.com.br), que é o site oficial de divulgação das franquias associadas. O portal é uma das principais vitrines onde pessoas interessadas em adquirir uma franquia procuram. Além disso, as marcas associadas podem anunciar para aparecerem com destaque na plataforma e também anunciar através de e-mails para uma lista de interessados em franquias.
  2. Participar de reuniões setoriais: é uma oportunidade incrível para receber informações do setor de atuação da marca e trocar experiências com outros franqueadores da mesma área. Dias atrás participei da reunião do setor de Food Service, que aconteceu na Universidade do Hamburguer do McDonald's. Nem preciso dizer que foi sensacional, não é?
  3. Expor sua marca nas feiras oficiais da ABF, que inclui nada menos que uma das maiores feiras (senão a a maior) de franquias do mundo, que é a ABF EXPO. Ela acontece anualmente em São Paulo e reúne um público enorme e as maiores marcas do franchising.
  4. Participar da Franchising Week, que é o grande evento de conhecimento sobre franchising no Brasil, que acontece em paralelo a ABF EXPO. Envolve Congresso de Expansão de Redes, Seminário Jurídico, Seminário de Food Service, Seminário de Metodologias e Ferramentas de Gestão, Seminário de Redes de Educação, Seminário de Multifranqueados e o Congresso Internacional de Franchising.
  5. Participar de missões internacionais em grupos exclusivos para membros da Associação, como a convenção da IFA (International Franchise Association), a NRF (maior evento de varejo do mundo) e feiras de franquias em outros países. Já participei da viagem para a convenção da IFA e posso testemunhar que o investimento vale muito a pena. Não vejo a hora de ir novamente. Para você se preparar, acontece sempre em fevereiro, alternando anualmente entre Las Vegas e alguma outra cidade americana.

  6. Receber em primeira mão as atualizações sobre alterações na legislação que podem impactar nos negócios do franchising.
  7. Por fim, um dos benefícios mais valiosos: participar das reuniões regionais. A relação com outros franqueadores e profissionais do mercado de franquias é fantástica, não só pela troca de experiências como também pela amizade que se forma entre os participantes.

 

Além dos benefícios listados acima, que são diretos para as marcas associadas e seus proprietários, temos os benefícios gerados para o franchising como um todo, e que indiretamente também beneficiam as marcas:

  1. Defesa dos interesses do setor junto aos poderes do Estado: Judiciário, Executivo e Legislativo.
    • No Judiciário faz um papel de disseminar o conhecimento sobre o franchising para que os julgamentos sejam cada vez mais adequados e considerando as particularidades do modelo.
    • Defender as causas do setor na justiça.
    • Conscientizar os legisladores para que as leis levem em conta os benefícios do franchising para a sociedade. Um exemplo efetivo disso é a nova lei de franquias.
  2. Promoção do franchising brasileiro no exterior abrindo portas para empresas que querem exportar o seu modelo de franquias.
  3. Busca contínua de um ambiente propício para o desenvolvimento do franchising.
  4. Difusão do cultura do franchising, fortalecendo e profissionalizando todo o setor através da educação.

Depois de saber de todas estas vantagens, você já deve estar querendo saber como ser um associado, então vamos lá:

Como se associar à ABF

Para um franqueadora se associar a ABF é simples, desde que esteja com tudo em ordem. 

  1. Fazer um cadastro no site.
  2. Pagar a taxa inicial.
  3. Enviar toda a documentação solicitada. Destaco a necessidade de enviar a COF, Pré-Contrato (se houver), e Contrato de Franquia - todos obedecendo rigorosamente a lei de franquias.
    • Importante: o registro da marca no INPI (ou o seu pedido) deve estar em nome da empresa franqueadora.
  4. Fazer os ajustes solicitados pela ABF.
  5. Aguardar o resultado final.

Após ser aprovada como associada a marca terá direito a todos os benefícios listados e ainda outros mais.

Quanto custa se associar à ABF?

Existe uma taxa inicial de análise do pedido, que custa em torno de R$1.500,00 e que não é devolvida caso seu pedido seja indeferido ou você desista do processo. Sendo seu pedido aprovado, você começa a pagar uma mensalidade em torno de R$500,00. 

Agora que você já sabe quanto custa, como fazer e quais os benefícios gerados, a decisão é sua de associar ou não sua marca.

Na minha opinião vale a pena. E na sua?

 

 

FRANQUEADOR.COM
Erlon Labatut
Erlon Labatut Seguir

Consultor Franquias - FRANQUEADOR.COM

Ler conteúdo completo
Indicados para você